Pra que tão efusivo ?


Efusivo é uma palavra que pouca gente ouve. Na verdade, ser chamado de efusivo é algo difícil nos dias de hoje, pois a palavra é pouco usada. Entretanto, essa palavra expressa um significado praticamente único. Como explicar o que é uma pessoa efusiva? Não é difícil, basta olhar para a pessoa. São aquelas pessoas cheias de tudo. Muitos sorrisos, muitos risos, muitos abraços, muita fala, resumindo, muita chatice. Aquela pessoa sempre fervorosa com tudo, sempre excitada com tudo. Tudo bem que auto estima e bom humor são ótimos lubrificantes sociais, mas tudo em exagero perde seu objetivo.

A pessoa efusiva fica animada com tudo, feliz por tudo, ri de tudo. Pode parecer bom à primeira vista, mas o convívio revela todos os defeitos de tanto entusiasmo. Para quem é como eu então, nem se fala. Existem pessoas mais reservadas que não suportam pessoas efusivas. É um calo na sociedade. Pra que tantos risos? Falsidade? Só pode ser. Não estou falando em mau humor nem nada. Como sempre dizem, “rir é o melhor remédio”. No entanto, existe hora pra tudo. Aliás, pra que eu vou ficar mostrando os dentes pra quem eu conheci ontem ?

Esse é o problema da sociedade. Ou melhor, é um dos problemas. Tanta gente efusiva gera um grande número de relações falsas e hipócritas. E a humanidade vai se estragando aos poucos, se consumindo na sua própria idiotice. Nenhum de nós é perfeito, mas muitos de nós somos efusivos em excesso. O grande problema é que a pessoa efusiva nunca “cai na real” e percebe como ela é. Conheço dezenas de pessoas efusivas,todos conhecemos, e todos sabemos que não há proveito algum em iniciar relacionamentos ou estreitar laços com pessoas assim. É perda uma completa perda de tempo.

Não quero dizer que ser efusivo é algo condenável, pois nenhum de nós escolhe como vai ser. Porém, todos podem mudar e tentar construir uma sociedade mais agradável, gerando um convívio mais fácil.

4 comentários:

Larissa Pinheiro 18 de outubro de 2010 18:13  

Eu ri com seu texto e me identifiquei muito com ele! Eu também acho que quem é efusivo demais é falso. Ninguém consegue ser feliz 24h por dia, ninguém consegue não se irritar com as pessoas, ninguém é amigo de todo mundo. As pessoas não olham para si e, por isso, não mudam. Essas atitudes destroem uma sociedade e só incentivam o "antissocialismo".

Thais Santos 20 de outubro de 2010 07:02  

Tbm acho que quem é efusivo demais é falso. AS pessoas tentam a td instante demonstrar q sao perfeitas, q estao sempre de bem contudo e com todos, mas isso é impossivel e nao se trata de pessimismo, mas sim de realidade.

Anônimo 3 de abril de 2013 08:08  

Oh., Oráculos da sabedoria analítica e crítica o que é ser "verdadeiro"; muitos dizem, poucos praticam ...

Não basta ser HUMANO? A natureza é natural? ou existe a super natural? Somos seres vivos, mortais!

A questão que fica é "O que há de especial em não ser "HUMANO"?

Apologia de um "Efusivo discreto e "réservé", no TEMPO e no MOMENTO conveniente desprovido de superfluosidades é necessário preservar a espécime de uma espécie "rara".


MAR"T"ELO'S. "Die Schwartz Mjölnir"

Vanderlej Andrade 29 de março de 2014 12:26  

Não serei efusivo em meu comentário. Apenas direi: excelente texto!

Postar um comentário

Pesquisar

Carregando...

Visitas

Número de Acessos : .

Sobre o Blog

Este blog é sobre tudo. Exatamente isso. Tudo o que eu gosto pode aparecer aqui. Desde música, filmes, séries, jogos e livros até textos de todo o tipo, viagens, etc. Logo, não se surpreendam se o blog demonstrar uma extrema falta de foco.
Obrigado pela visita,

Lucas C.